Academias apostam em métodos alternativos para atrair alunos

Expansão do mercado faz com que estabelecimentos ofereçam formas distintas de trabalho que se adequem às rotinas e perfis de cada usuário disposto a pagar uma mensalidade para ter direito a treinar com acompanhamento profissional

Paulo Roberto Belém

Não existe este ou aquele anapolino, cidadão comum ou atleta, que após um dia inteiro de rotina ainda encontra tempo para se exercitar. A verdade é que cada vez mais, pessoas têm buscado o serviço das dezenas de academias espalhadas pela cidade de grande, médio ou pequeno porte à sua maneira, sejam para treinamentos simples ou específicos.

Com a expansão do mercado, os adeptos a pagar uma mensalidade para ter direito a treinar com acompanhamento profissional procuram espaços mais adequados à sua rotina de treinos que vão muito além de um local com esteiras e outros equipamentos.

Algumas academias de Anápolis apresentam metodologias distintas de treinamento. Dois estabelecimentos ofertam este serviço diferenciado. Em uma delas, a promessa é de exclusividade. Em outra, o modelo padrão que aposta na oferta de um leque ampliado de atividades. O interessante é que cada uma atrai diferente tipo de público.

Exclusividade

Apesar de não ser novo, o conceito de exclusividade é defendido pelo empresário Willian Lima. Ele que é educador físico e farmacêutico classifica o espaço como um Centro de Treinamento Personalizado. “Aqui os alunos vão se deparar com treinamentos específicos para o seu respectivo perfil”, enfatiza o empresário que também dá aulas no espaço.

O professor Willian Lima aposta no atendimento exclusivo: aulas específicas para cada perfil de aluno e finalidade

Ele explica que essa personalização de treinamento vem com a identificação complexa do perfil do aluno que é realizada por uma equipe multidisciplinar de profissionais da educação física, nutrição, fisioterapia e enfermagem. “Todos trabalham de forma integrada para cada aluno”, cita.

A atleta de MMA Mayra Cantuária frequenta a academia desde a inauguração, há mais de dois anos. Para ela, a forma de atenção diferenciada foi o critério avaliado para entrar na academia. “Acabo que eu tenho economia de tempo porque aqui eles conseguiram identificar mais rápido qual era o meu foco”, afirma.

A atleta de MMA Mayra Cantuária: foco mais apurado para trabalhar suas necessidades

A atleta afirma que nesse tempo de dedicação exclusiva evita bastante lesões. “Isso reflete bastante no meu esporte”, relata. Mayra que está se preparando para o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu e para outro evento de MMA coleciona títulos, a exemplo do pan-americano de Jiu-Jitsu.

Atividades

Tiago Habib é gerente-técnico da mais recente academia inaugurada em Anápolis. Pertencente a uma rede que tem outras 50 unidades no Brasil, ele diz que o diferencial da franquia é dar oportunidade para que os alunos tenham uma série de atividades pagando um mesmo valor.

Tiago Habib aposta na variedade de atividades por um único preço: melhores atrativos

“Com o mesmo plano é possível praticar musculação, ergometria, lutas e aulas coletivas, como zumba, abs, localizada, pilates, funcional training e spinning”, detalhou.

Outro diferencial apontado pelo gerente é o fato da rede de academias estar presente em todas as regiões brasileiras, entre capitais e cidades polo do interior. Segundo Tiago, é um atrativo importante para quem viaja muito e não gosta de perder o hábito de treinar. “Aqui em Goiás estamos presentes em Goiânia e Rio Verde. Pelo Brasil, estamos em todas as capitais que são roteiro de viagem”, aponta.

Atleta da Anapolina se prepara para o Goiano da Divisão de Acesso

Quem também viu na exclusividade um diferencial foi o jogador de futebol Paulo Feitoza. Com pouco tempo na academia que trabalha com esta metodologia, cerca de duas semanas, ele revela que só tinha visto algo parecido quando teve experiência nas equipes de futebol do Grêmio e Cruzeiro. “Me interessei por conta que eu já fiz cirurgia no joelho e eu preciso de uma reabilitação adequada, aparelhos específicos e uma atenção exclusiva”, explica o jogador.

Paulo Feitoza usa o serviço exclusivo para melhorar condicionamento e entrar em campo

Atualmente, Feitoza está se preparando para se apresentar à equipe da Anapolina, time em que jogará pelo Campeonato Goiano da Divisão de Acesso. “Esse método de treinamento tem me ajudado demais, inclusive, já percebi uma evolução considerando os treinos que costumava fazer antes daqui”, pondera.

Notícias Relacionadas