Após operação na UEG, Unievangélica troca diretor de Direito

Foto: Divulgação/Unievangélica

Assumiu a direção o Professor Daniel Gonçalves Mendes da Costa

Os desdobramentos da operação Quarto Setor que investiga desvio de verbas da Universidade Estadual de Goiás deflagrada pelo Ministério Público na última terça-feira, 21, fizeram com que a Unievangélica afastasse o promotor Marcelo Henrique dos Santos da direção do curso de Direito da instituição. Assumiu a direção o Professor Daniel Gonçalves Mendes da Costa.

Promotor Marcelo Henrique, investigado na operação Quarto Setor

O anúncio da troca foi feito nesta sexta-feira, 24. Segundo a nota divulgada no site da instituição, Daniel Mendes Gonçalves da Costa atuava como auxiliar da direção do Curso. Na oportunidade, o reitor da Unievagélica Carlos Hassel destacou o “ato simples, mas muito significativo” e evidenciou as qualidades do novo diretor do Curso de Direito e sua “capacidade de lidar com conflitos”.

Quarto Setor

A operação que alcança o promotor Marcelo Henrique cumpriu mandados de busca e apreensão e realizou prisões por conta de indícios da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de capitais, organização criminosa, dispensa ilegal de licitação e peculato, relativos ao desvio do valor de R$ 10 milhões dos cofres da Universidade Estadual de Goiás (UEG), fato ocorrido no final de 2010.

Notícias Relacionadas