Após protesto, Roberto Naves decide receber contemplados do Residencial Colorado

Foi preciso fazer barulho nesta segunda-feira (22) em frente à Caixa Econômica Federal da rua Engenheiro Portela para que as famílias dos contemplados do Residencial Colorado fossem ouvidas.

Após o protesto de parte dos mais de 2.000 pessoas que seriam beneficiadas com a entrega dos 512 apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida, o prefeito Roberto Naves cedeu e decidiu convocar uma reunião com as famílias para esta quinta-feira (25), às 11h30.

Ainda em 2017, Naves informou que o Residencial seria entregue para os contemplados no dia 14 de novembro, o que não se cumpriu. De acordo com o grupo que representa as famílias, faltam apenas 2% das obras para que o empreendimento fique pronto. A Construtora Almeida Neves, responsável pelo empreendimento, já informou que não tem condições de concluir o Colorado.

Uma reunião foi agendada para o dia 18 de janeiro entre o prefeito e representantes da Caixa para encontrar uma solução, mas o encontro foi cancelado sem explicações. Na manhã desta segunda-feira, algumas famílias realizaram um protesto para cobrar uma posição da Construtora Almeida Neves. “Se a construtora não conseguir concluir a obra, que outra empresa seja escolhida”, gritou um dos manifestantes.

Uma parte grupo, formada por síndicos interinos do Residencial Colorado, conseguiu entrar na agência da Caixa Econômica Federal da rua Engenheiro Portela, após mais de uma hora e meia de protesto. Um gerente recebeu alguns deles e uma reunião foi realizada. De acordo com uma das líderes, “nada foi decidido”. Após este encontro, as famílias foram informadas que Roberto Naves os receberia. O sorteio das famílias foi feito  em 2014. Já o sorteio dos endereços, foi realizado em dezembro passado.

Notícias Relacionadas