Especial: 10 dicas para o anapolino votar bem nas eleições 2018

Votar nem sempre é uma tarefa fácil. A pressão causada pelo número excessivo de candidatos, as inúmeras propagandas eleitorais e até mesmo a revolta dos eleitores pode decidir para quem vai o voto.

Especialmente nas eleições 2018, em que serão decididos o presidente, governadores, senadores e deputados, é importante estar atento para não ‘gastar’ um voto aleatoriamente com quem não vai contribuir com a sua região, estado e até mesmo cidade.

O cientista político Reynaldo Zorzi Neto, professor de Teoria Política do Instituto Federal de Goiás – IFG Câmpus Anápolis, elencou 10 dicas que podem fazer a diferença nessas eleições e que podem ajudar o eleitor anapolino a se decidir. Confira.

– Vote em alguém que vai pensar na sua região, no seu bairro. É bom ter representantes que sejam próximos a você, fica mais fácil cobrar. Se muita gente do seu bairro fizer isso, melhor ainda. O político fica mais “sensível” a reivindicações numa área em que foi bem votado

– Conheça seu candidato. É muito comum observarmos no Brasil gente que escolhe em quem vai votar no caminho para o local de votação. Isso não faz o menor sentido. Geralmente escolhemos mal desta forma

– Não reeleja políticos que não cumpriram suas promessas, que mudaram de opinião ou que não trabalharam por você. A eleição é o melhor momento para punir os maus políticos

– Compare os candidatos. A cada eleição, muitos candidatos pedem o voto dos eleitores. Ótimo momento para comparar antes de escolher

– Debata política. As eleições são um bom momento para conversar, ponderar e refletir com a opinião dos outros. Assim, melhoramos nossa política e a qualidade dos políticos eleitos

– Veja se o candidato representa seus pontos de vista em relação ao que pensa: tenha certeza se o candidato pensa como você. Às vezes votamos em conhecidos pela amizade e depois nos decepcionamos ao descobrir que o “amigo” não pensa como a gente

– Fique de olho nas ações do seu candidato. O que ele fez, qual o seu passado. Muitas vezes desistimos de votar em determinado candidato quando descobrimos que seu comportamento moral e ético não é compatível com aquilo que acreditamos

– Cobre do seu candidato. A democracia só funciona de verdade com cidadãos alertas. No Brasil, é comum encontrar pessoas que não lembram em que votaram nas últimas eleições

– Não tenha medo do novo. A política também precisa de renovação, frescor, novas ideias. Novos políticos podem trazer novas ideias, novas formas de ver os problemas

– Não venda seu voto. Muitos políticos no Brasil ainda são eleitos pela compra de votos. O preço que pagamos é muito alto, corrupção, nepotismo e todos os desmandos na política nascem na hora do voto, quando ajudamos a eleger este tipo de gente

Notícias Relacionadas