Gabinete abre “consulta” por opções para promover mudanças na Saúde

A Saúde não vai bem em Anápolis. Desde o início da gestão, os recorrentes impactos dos desgastes com a falta de medicamentos, que levaram pacientes insulino-dependentes a se manifestarem na Câmara Municipal até conseguir audiência com o prefeito, a falta de medicamentos e equipamentos adequados e, agora, a ofensiva dos médicos que denunciam o que vivenciam ao Ministério Público e ao Conselho Regional de Medicina, parece ter gerado uma situação de instabilidade irreversível. Sob o comando da petebista Luzia Cordeiro (foto), um dos quadros partidários mais próximos de Naves à época da eleição, a pasta vem despertando a atenção do prefeito que, com discrição, vem buscando ouvir interlocutores que sugerem que “mudanças precisam ser feitas” na pasta. “É como um time: você tem um plantel de 25 jogadores e um técnico. O que é mais fácil de trocar para obter resultado”?, indaga um experiente político com passagem pela Câmara Municipal, crítico ao comando da Saúde municipal e com acesso facilitado ao gabinete do prefeito. A avaliação que Roberto Naves deve fazer do semestre pode gerar mudanças em busca de arejar mais algumas pastas. A Saúde pode ser uma delas, a mais delicada e importante, é claro.

Ambicioso

A expectativa do gabinete municipal é eleger de três a quatro deputados estaduais apoiados diretamente pela gestão Roberto Naves. Os nomes, no entanto, ainda não foram ventilados. O PTB, de Naves, deve ter três candidatos.

Pode, Peixe?

Os senadores Álvaro Dias (PV-PR) e Romário (Sem-partido-RJ) anunciaram filiação ao Podemos, nome que substituirá o PTN. O artilheiro da Copa de 1994 e hoje senador, escolheu a nova sigla por apresentar um “modelo de fazer política mais conectado com a sociedade atual”, disse em seu perfil no Facebook.

Privatizando

A Enel (nova dona da Celg D) já promoveu o corte de quase 800 postos de trabalho na Celg, que tinha 1,9 mil funcionários quando foi vendida no fim do ano passado para a estatal italiana por R$ 2,1 bilhões. Cerca de 780 demissões foram realizadas neste ano.

Marcado

Rodrigo Janot colocou Temer na História. Ao denunciar o presidente por Corrupção Passiva, o procurador coloca Temer na condição de ser o primeiro presidente denunciado. Ele é acusado de receber uma mala de R$ 500 mil de propina da JBS.

Disputa

O Ministro Edson Fachin mandou a denúncia para a Câmara Federal que, após passar pela Comissão de Constituição e Justiça, deverá ser apreciada em plenário, ato que permite ou não que a denúncia siga adiante. Agora, começa uma guerra em busca de votos de quem quer barrar ou passar com a investigação.

Ninho arisco

No PSDB, ganha força o movimento pelo desembarque do Governo Temer e, atualmente, a legenda já não garante voto em bloco nos assuntos de interesse do Planalto, incluindo a denúncia de Janot. Na CCJ, o PSDB tem sete assentos e pelo menos cinco devem votar contra o Governo.

Mudou

No entanto, a derrota da semana para Temer foi a saída do senador Renan Calheiros da liderança do PMDB na Casa Alta. O senador alagoano afirma que o governo não representa os anseios da população em medidas impopulares como a reforma trabalhista.

Você, não

Apesar de ser o mais votado na lista tríplice dos procuradores, Nicolao Dino não foi o escolhido de Temer para suceder Janot na Procuradoria Geral da República. O presidente optou pela segunda mais votada, Raquel Dodge. Desde 2003 isto não acontecia.

Não, obrigado

Fernando Faria chegou a ser anunciado Secretário Municipal de Esporte, mas desistiu. Faria declinou do convite após optar por não se envolver em gestão pública em nome dos próprios negócios. “Ficaria conflitante”, disse. Faria pretende abrir um completo de pousadas voltado a pescadores.

Postiço

Ainda em indefinição quanto ao nome para a pasta, uma vez que a nomeação de Ruiter Silva também entrou em conflitos com questões pessoais, o chefe de gabinete Gerson Santana foi nomeado titular interino do Esporte.

Tá podendo?

Marconi mandou à Assembleia dois projetos de lei que criam mais cargos comissionados no Estado. Os custos serão de R$ 6,8 milhões em 2017 e R$ 7,7 milhões em 2018. O primeiro cargo a ser criado é o de supervisor do Goiás na Frente, considerado o principal “cabo eleitoral” da campanha de Eliton ao Governo ano que vem.

Queremos

Alexandre Baldy (Podemos-Goiás) apresentou Projeto de Lei que visa a garantir que agricultores goianos também tenham o direito de abatimento de até 85% de suas dívidas contraídas de crédito rural com o Banco do Brasil, adquiridos pelo Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Hoje, o benefício é concedido em lei somente para os estados do Norte e Nordeste.

 Troca

O “PTN/Podemos”, a exemplo do PHS, PPS e PSB é outra legenda que vem desembarcando do Governo Temer. Em Goiás, a mudança ainda é gradual, mas Lucia Vânia, do PSB, passou a criticar as reformas e descola-se da gestão federal.

Na interna

Integrante da Comissão de Ética e Decoro, Elinner Rosa (PMDB), disse que a conversa com a colega Vilma Rodrigues (PSC) foi informal, entre “colegas que respeitam e gostam dela”. Rosa ainda disse causar “estranheza” que a informação da reunião tenha sido publicamente divulgada.

Polêmica

A vereadora Vilma Rodrigues foi chamada à conversa pela comissão por conta do conteúdo da sua entrevista concedida à Voz de Anápolis, na edição 079. É possível reler o material pelo site: www.avozdeanapolis.com.br.

 

Vem aí

A reforma trabalhista foi aprovada pela CCJ do Senado e deve entrar em pauta no plenário já nesta semana e tem até o dia 17 para ser votada antes do recesso. O projeto precisa de maioria simples para ser aprovada.

 

Mantido

Edward Madureira foi eleito para o terceiro mandato como reitor da UFG. Ele teve mais de 5 mil votos, enquanto o segundo teve pouco mais de 2,6 mil. Ele foi candidato a deputado federal em 2014 pelo PT

Na rua

Trabalhadores do Brasil foram às ruas na última sexta-feira (30) com o propósito de barrar as mudanças nas leis trabalhistas, pedir a saída de Michel Temer e, ainda, a convocação de eleições diretas.

Fui…

Diante do cenário crítico de Saúde, com ausência de profissionais, luto dos médicos e falta de medicamentos, a figura da Secretária da pasta, Luzia Cordeiro, ausenta-se mais do diálogo com os setores. Luzia cada vez mais se distancia do enfrentamento, deixando os desgastes se acumularem.

Na Asa

Disputas internas no PSDB aumentaram a pressão sobre o presidente Erivelson Borges. O atual secretário de Cultura tem o cargo visado por outros tucanos. Os desafetos já nem pedem segredo e espalham denúncias e xingamentos em grupos de conversa.

Máquina

De acordo com a coluna Giro, de O Popular, haverá exigência de filiação ao PTB ou ao PSDB para a maioria das futuras nomeações na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, comandada pelo PTB, através do anapolino Francisco Pontes.

De volta

Demóstenes Torres programa seu retorno à política nas eleições do ano que vem. O ex-senador pode até mesmo se candidatar ao mesmo cargo que foi cassado e mais: pode até mesmo estar na mesma chapa que Marconi Perillo.

Desencontro

Até o fechamento desta edição, já havia sido apresentada a terceira versão de onde tinha partido e, principalmente, para onde ia o avião com 633 quilos de cocaína pura que caiu em uma fazenda em Goiás. Ele antes ia para a fazenda de Blairo Maggi, depois havia partido dali, agora, já não passa pela fazenda.

Helicoca

O caso do avião caminha em direção ao mesmo desfecho do helicóptero de Zezé Perrela, senador mineiro, que caiu com 450 quilos de cocaína em uma fazenda no Espirito Santo e, até hoje, a polícia não conseguiu encontrar o dono.

Notícias Relacionadas