“Recordista” em dispensas de jogadores, Anapolina enfrenta Grêmio pelo Goianão

Foram nove atletas que entraram e saíram logo da lista de contratados da Anapolina. Por opção ou por dispensa da comissão técnica, muitos jogadores seguiram caminho para outros times e outros estão à procura de emprego, já que não agradaram ao clube antes mesmo de começar o campeonato. O último foi Yan, que não parece ter agradado o técnico Vilson Tadei. A solução foi a dispensa.

O goleiro Luan pediu para rescindir o contrato, pois preferiu a proposta do Abecat Ouvidorense, da cidade de Ouvidor (Goiás). Mal ele chegou ao novo time goiano e já foi emprestado para o Uberaba. O futebol é assim, os jogadores e clubes acabam buscando a formatação que mais lhes interessa. O volante Léo também foi liberado. O atacante Jeferson Maranhão não poderá jogar por dois meses, devido a uma cirurgia. O time também liberou os zagueiros Rodrigo Barros, Rômulo, João Vitor e Charles.

O atacante Zulu se despediu da Rubra para tentar a sorte no Brasiliense, que participa do campeonato estadual do DF. O detalhe das liberações e dos pedidos para sair do time preocupam o treinador Vilson Taddei, mas ele garante que os trabalhos seguem em ritmo “normal” para o início no campeonato no dia 17 de janeiro, às 20h30, contra o Grêmio Anápolis. Para ele, a fase não é de lamentar as perdas, mas seguir “corrigindo os erros”.

O time, que está praticamente fechado após as dispensas e novas contratações, ainda deverá receber alguns reforços até o início da competição. A Anapolina deverá encontrar dificuldades na partida contra o Grêmio, que está embalado após ter subido para a primeira divisão do goiano em 2017 e vem com tudo para tentar uma boa colocação. “Não tem jogo fácil, todos os jogos são difíceis”, destacou o técnico Vilson Taddei. E para se sair bem já nos primeiros jogos, o treinador aposta na mescla entre jogadores novos e veteranos, considerado o trunfo do time para o Goianão 2018.

“Nós entendemos que estamos no caminho certo. Há muita coisa a ser melhorada”, ressalta. Nesta quarta-feira (11), a Rubra bateu o Ceilândia, em jogo-treino realizado no Estádio Zeca Puglise. Esta é a segunda vitória seguida da Xata em amistoso. O time venceu o Samambaia no final-de-semana passado por 4×1. Apesar das duas vitórias e do entrosamento entre os jogadores, o clima é de pé-no-chão para as trincheiras que vêm por aí no Goiano.

“É assim que se faz futebol. Não adianta a gente ficar alardeando coisas que não existem. Nós temos sempre que ter pé no chão”, observa o comandante do time. “Nós sabemos do nosso potencial e sabemos do nosso limite”, continua Taddei. Ele prefere não apontar talentos no time. O tom do seu discurso leva a crer que deseja que “em cima da coletividade possa aparecer a individualidade de cada um”.

 Time

Goleiros: Rodrigo Calaça – Guilherme Marquini – Johanthan – Fabrycio

Laterais:

Felipe Tavares – Diogo Rangel – Marquinhos 

Zagueiros:

Rogério – Garutti – Jonas 

Voltantes:

Milton Jr – Bruno Henrique – Gilberto Jr

 Meias:

Esquerdinha – Carlos Henrique – Vitor Xavier

 Atacantes:

Dé – Pedro Oldoni – Robson – Guilherme – Jacó

Notícias Relacionadas