Servidores e usuários da Saúde protestam contra fim de atendimento 24 horas do Cais Abadia Lopes da Fonseca

Fim do atendimento 24 horas do Cais Abadia Lopes da Fonseca. Esta é uma das medidas defendidas pelo prefeito Roberto Naves (PTB) pela reestruturação da rede municipal de saúde e que gerou protesto na manhã desta terça-feira (23) na unidade localizada na região oeste de Anápolis. No ato, servidores e usuários comentaram a importância da unidade para a região e pediram que esta ideia não seja consolidada.

Na intenção da Prefeitura, o Cais Abadia Lopes da Fonseca deixaria de prestar atendimento 24 horas e seria transformado em uma unidade mista de atendimento com horário diferenciado. A aposentada Maria de Lourdes Silva, moradora da região, considera a ideia péssima. “Todo mundo por aqui depende desse Cais no atendimento na hora que a gente precisa. Se não tiver aqui, fica mais difícil de procurar auxílio”, comentou.

Luzia Rodrigues buscou atendimento na unidade e se surpreendeu com o protesto. “Não pode encerrar esse atendimento 24 horas. É uma referência para a região. Eu mesmo moro no Bairro São José e vim aqui para ser atendida”, disse ela que já teve que recorrer ao Cais em finais de semana.

Moradora do Bairro São José, Luzia Rodrigues já buscou o atendimento do Cais em finais de semana

Quem também lamentou a ideia foi Reinaldo de Oliveira, morador do Vivian Parque. Para ele, se há a intenção de melhorar o atendimento na cidade, é preciso contar com o atendimento 24 horas do Cais Abadia Lopes da Fonseca. “Esse Cais não pode fechar no horário que se precisa. Tem que manter da forma que está”, encerrou.

“Tem que manter da forma que está”, disse Reinaldo de Oliveira, morador do Bairro Vivian Parque

A Prefeitura não definiu data para que a ideia seja implementada, de fato.

Notícias Relacionadas