“Servidores estão com medo”, afirma presidente do SindiAnápolis

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Anápolis (SindiAnápolis), Regina de Faria, afirmou em entrevista à emissora São Francisco AM que os servidores municipais estão temerários quanto aos rumos das tratativas da gestão pública com os trabalhadores. “Eles estão com medo do que vem acontecendo”, explica a servidora.

“Eu mesma afirmo que nunca vi uma gestão com início tão turbulento como esta. E olha que eu já vi muitas gestões confusas”, destacou Faria. A sindicalista ainda disse que a reunião ocorrida na manhã de ontem foi sobre o anúncio do reajuste dos servidores e que não tratou sobre possíveis atrasos de salários.

“Muitos assuntos foram tratados e costumam ser falados, mas isso é coisa corriqueira que acontece”, explica. Faria minimizou o impacto das fortes declarações dadas por Geraldo Lino – uma espécie de secretário especial de Fazenda, uma vez que não foi nomeado, mas que é quem se reúne e decide os temas.

Segundo ela, comentários sobre a administração e analises são feitas, mas não significam que são certezas ou afirmações. No entanto, Regina de Faria confirmou na entrevista que a gestão pública não pagou os precatórios e que Geraldo Lino teceu também comentários acerca do custo da Educação em caso de ser terceirizada. “Mas foi uma conversa informal, fora do contexto da reunião”, ameniza.

Notícias Relacionadas